CMC investe 270 mil euros em software e equipamentos para os SMTUC

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, assinou ontem um contrato de “Fornecimento e Instalação de Equipamentos e de Software para o Sistema de Apoio e Exploração e Informação ao Público em Tempo Real”. Entre outros benefícios, a aquisição destes aparelhos e respetivo software traduzir-se-á em mais e melhor informação para os utentes dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC). Por outro lado, contribuirá também para melhorar a eficácia do serviço prestado pelos SMTUC.

O contrato, no valor de 269.800,50 euros (c/IVA), foi celebrado com a empresa Powerqubit, Lda. que deverá fornecer os equipamentos até ao final do próximo mês de junho. A aquisição da CMC inclui cinco painéis de informação ao público interiores, com 32 ou mais polegadas; 120 computadores para autocarros; 60 monitores para autocarros; 50 routers Wi-Fi para autocarros; 40 painéis de informação aos passageiros em autocarros (dois de 19 polegadas por autocarro; nos casos em que, por razões de espaço, apenas caiba um, será colocado um maior, no máximo com 22 polegadas); e um módulo de software para o Sistema de Apoio à Exploração e de Informação ao Público.

A CMC está a proceder à atualização e substituição do equipamento embarcado nas viaturas (computadores de bordo) na totalidade da frota de transportes públicos dos SMTUC, permitindo o fornecimento, ao Sistema de Apoio à Exploração (SAE), de informação em tempo real mais fiável e precisa. 

Já a instalação de cinco painéis de informação ao público, em interiores, destina-se a fornecer informação relativa às paragens nas imediações dos edifícios em que serão colocados, nomeadamente em instalações hospitalares, escolares, comerciais ou interfaces de transportes públicos.

Os utentes vão ainda beneficiar do sistema de informação visual disponibilizada em 40 painéis instalados no interior das viaturas dos SMTUC, relativamente à designação da próxima paragem, aproveitando a informação em tempo real fornecida pelo SAE e que já é atualmente usada pelo sistema sonoro análogo. A informação em tempo real no interior das viaturas passará, assim, a aliar a componente sonora à visual, beneficiando os utentes com problemas auditivos.

Como informámos recentemente, este contrato (e mais dois do mesmo tipo) integra a candidatura a fundos comunitários do projeto “Informação em tempo real”, submetida pela CMC. Candidatura que já foi aprovada pela Comissão Diretiva do Programa Operacional Regional do Centro. Tal significa que o projeto de Informação em tempo real, destinado aos SMTUC, vai ter uma comparticipação FEDER de 330.208 euros (taxa de 85%), num investimento elegível de 388.480 euros e um total de 477.830 euros (incluindo montante não elegível). Esta operação enquadra-se no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) de Coimbra.