História da Cidade

O nome romano de Coimbra, Aeminium, está directamente relacionado com a topografia do local ocupado pelo povoado, o meneiu, ou seja o topo do morro. Atribui-se à época visigótica (entre 569-589) e à vinda do bispo de Conimbriga para Aeminium a mudança de nome da urbe. De Conimbriga evoluiu para Colimbria até chegar ao nome actual: Coimbra. O morro calcário, situava-se numa posição dominante, rodeado por terras férteis banhadas pelo rio Mondego. Aeminium era uma cidade de alguma relevância apesar de Conimbriga, perto de Condeixa-a-Velha,…
As primeiras campanhas muçulmanas de ocupação da Península Ibérica decorreram entre 711 e 715 e Coimbra capitulou em 714. A sua topografia e situação geográfica contribuíram para o seu crescimento e desenvolvimento. Apesar de não ser uma cidade grande, no contexto geral do Al-Andaluz, era o maior aglomerado urbano a norte do Tejo. Tinha 10 hectares de recinto muralhado e entre 3000 a 5000 habitantes. Da época islâmica perdurou a denominação dada ao interior da cidade intra-muros, a almedina, e extra-muros, o arrabalde. A localização…
Uma das principais características de Coimbra é a riqueza do seu património cultural e construído. Apesar de o Centro Histórico se estender por quase toda a cidade, Coimbra possui um casco urbano na sua área central que tem edifícios que remontam ao século XII. Esta, sendo uma das suas principais riquezas, é também uma das principais dificuldades que se coloca quando se procede a intervenções de recuperação e requalificação urbana. Este casco urbano é constituído por duas zonas geograficamente contíguas, porém morfologicamente distintas: a Alta…